Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
10 de dezembro de 2019, 19h57

Nos 51 anos do AI-5, Câmara de São Paulo terá ato de repúdio às declarações pela volta do decreto

Recentemente, Eduardo Bolsonaro e Paulo Guedes aventaram a possibilidade da volta do decreto que culminou no período mais sombrio da ditadura militar brasileira

Reprodução

No próximo dia 13 de dezembro completam-se 51 anos que o Ato Institucional nº 5 (AI-5) foi baixado pela ditadura militar brasileira. Nesta data, por iniciativa do vereador Antonio Donato (PT-SP), a Câmara Municipal de São Paulo contará com um ato de repúdio às declarações recentes do deputado Eduardo Bolsonaro e do ministro Paulo Guedes que aventaram a volta do decreto que culminou no período mais sombrio dos anos de chumbo.

“AI-5 Nunca Mais – Democracia Sempre! será um ato político e cultural para denunciar esta tentativa de cerceamento das liberdades democráticas do povo brasileiro. O Brasil vive em pleno estado democrático de Direito e é inaceitável que qualquer pessoa – principalmente homens públicos – evoquem o retorno do autoritarismo”, diz a convocatória da atividade.

Leia também
O que foi AI-5 e o que significa esta ameaça nos dias atuais

O ato será realizado no Salão Nobre da Câmara Municipal, a partir das 19h, e contará com pronunciamentos e intervenções artísticas.

Além do vereador Donato, organizam o evento o Comitê Paulista Memória, Verdade e Justiça, o DCE Alexandre Vannucchi – USP, a Plenária Municipal de Saúde, a União dos Movimentos Populares de Saúde, a FENED (Federação Nacional dos Estudantes de Direito), a Plenária Paulista Memória e Reparação, o Sindicato dos Jornalistas no Estado de São Paulo, os Fotógrafos pela Democracia, o Centro Acadêmico 22 de Agosto – Direito da PUC-SP, a União Nacional dos Estudantes (UNE) e a Comissão dos Familiares dos Mortos e Desaparecidos.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum