Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
28 de agosto de 2018, 14h36

Organizações lançam publicação que expõe lado nada pop do agronegócio mundial

Lançamento do Atlas do Agronegócio terá presença de Bela Gil e Gregorio Duvivier. Publicação aborda lado B do setor e traz série de artigos, dados e números

Cartaz de lançamento do evento. Foto: Divulgação

Enquanto ruralistas propagam aos quatro cantos que o “Agro é Pop”, o Atlas do Agronegócio – Fatos e números sobre as corporações que controlam o que comemos, publicado pelas fundações Heinrich Böll e Rosa Luxemburgo pretende chamar a atenção para outra faceta, nada glamorosa, do setor.

Produção de alimentos com alto teor de agrotóxicos, concentração do mercado nas mãos de grandes corporações transnacionais, atuação na indústria bioquímica e farmacêutica, disseminação de transgênicos que colocam em risco a diversidade de sementes e plantas nativas, desmatamento de amplas áreas do Cerrado e da Floresta Amazônica e poderosos lobbies em favor de interesses de grandes proprietários de terra.

Estes são apenas alguns dos temas abordados por pesquisadores brasileiros e estrangeiros em artigos, mapas e infográficos que compõem o Atlas do Agronegócio, apresentando o lado B do setor, seus impactos na alimentação e no meio ambiente e um panorama global da atuação das grandes corporações na área.

A edição brasileira do Atlas do Agronegócio será lançada no dia 04 de setembro no Rio de Janeiro a partir das 18 horas com debate mediado pelo apresentador Gregorio Duvivier e presença da apresentadora e chef de cozinha natural Bela Gil, do representante da Articulação Nacional de Agroecologia Denis Monteiro e da coordenadora da Fundação Heinrich Böll Maureen Santos.

A publicação é a versão brasileira do Atlas do Agronegócio lançado na Alemanha em 2017 e traz artigos originais de autores nacionais e textos traduzidos de autores estrangeiros. Além do raio X da atuação do agronegócio, o Atlas apresenta as ações de resistência e alternativas ao modelo já aplicadas no Brasil e no mundo, como a agroecologia.

O evento será transmitido ao vivo pelo perfil da Fundação Heinrich Böll no Facebook e a publicação estará disponível na íntegra para download a partir do dia 4/9 no site da fundação.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum