Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
21 de julho de 2018, 10h12

Órgãos de saúde vão intensificar campanhas contra fake news sobre vacinação

Somente em 2018, mais de mil alertas de notícias no meio digital passaram pelo filtro do governo para serem analisadas

(Fotos GOVBA/Flickr)

A disseminação de fake news sobre vacinação pela internet vem contribuindo fortemente para diminuir a adesão dessa prática. O resultado, segundo reportagem de O Dia, é que em 312 municípios, menos de 50% da população foi imunizada. O Ministério da Saúde lançou alerta contra a enxurrada de informações enganosas sobre o tema, solicitando que os órgãos de saúde intensifiquem as campanhas.

“Antes de compartilhar uma informação que possa causar pânico desnecessário e confundir, certifique-se que vem de uma fonte oficial. Saúde Pública é coisa séria”, alerta a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).  Em 2017, o Ministério da Saúde recebeu mais de 2,2 mil alertas de notícias no meio digital para serem analisadas. Este ano, até agora, já foram mais de mil.

A vacina é indispensável para que haja o controle de doença epidemiológica, e, em função disso, a recomendação dos órgãos de saúde é que, no mínimo, 95% da população seja vacinada. O problema é que a população fica confusa com a quantidade de fake news espalhada pela internet e passa a questionar a eficácia da imunização.

A recomendação do Ministério da Saúde sobre notícias duvidosas é que se procure a confirmação ou que se peça ajuda e orientação a um profissional da saúde antes de compartilhar a informação. No site da instituição (portalms.saude.gov.br) estão disponíveis cartilhas de orientação sobre a imunização.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum