Fórumcast, o podcast da Fórum
29 de julho de 2019, 19h53

Polícia Civil de São Paulo encerra inquérito sem indiciar Neymar por estupro e agressão

A partir de agora, o Ministério Público (MP) pode oferecer uma nova denúncia ou arquivar o caso; prazo para que isso ocorra é de duas semanas

Foto: Divulgação

A Polícia Civil de São Paulo, por meio da delegada Juliana Lopes Bussacos, da 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, concluiu o inquérito que investigava a denúncia de estupro e agressão sem indiciar o atacante Neymar. A ação foi movida pela modela Najila de Souza.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo.

A partir de agora, o Ministério Público (MP) pode oferecer uma nova denúncia ou arquivar o caso. O prazo para que isso ocorra é de duas semanas. O Grupo de Atuação Especial de Enfrentamento à Violência Doméstica solicitou cópias dos inquéritos de extorsão, da divulgação de imagens íntimas da modelo e do suposto furto no apartamento de Najila.

A delegada do caso pediu para ter acesso às imagens das câmeras de segurança do hotel em Paris, onde a violência teria acontecido, e o prontuário ginecológico da modelo. As cópias dos inquéritos foram incluídas nos documentos. O vídeo e o exame médico não foram analisados, pois não chegaram dentro do prazo de encerramento da investigação. Mesmo assim, a polícia paulista encerrou os trabalhos do caso.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum