Fórumcast, o podcast da Fórum
30 de outubro de 2018, 14h24

Promotoria abre procedimento sobre mãe bolsonarista que fantasiou filho de escravo para o Halloween

Após repercussão do caso, mulher tuitou: "Não leiam livros de História do Brasil. Eles dizem que existiu escravidão de negros no país, mas isso é mentira."

Reprodução/Instagram

A Promotoria de Defesa da Criança e do Adolescente de Natal (RN) abriu um procedimento para acompanhar o caso da criança ‘fantasiada’ de escravo pela própria mãe para uma festa de Halloween de uma escola particular em Natal. O caso vai correr em segredo de Justiça, como estabelece o Estatuto da Criança e do Adolescente.

Leia também: Porta dos Fundos faz paródia com versão de Bolsonaro sobre a escravidão

A própria mãe do garoto, identificada como Sabrina Nóbrega postou a foto de menino de 9 anos fantasiado de “escravo”. “Quando seu filho absorve o personagem! Vamos abrasileirar esse negócio! #Escravo”, escreveu ela na publicação.

As fotos mostram a criança pintada, sem camiseta, com correntes amarradas nos pés e nas mãos e “marcas” de chicotada feitas com maquiagem.

Diante da repercussão negativa, a mulher deletou as fotos e bloqueou sua conta no Instagram. Pelo Twitter, no entanto, rebateu as críticas. “Ñ leiam livros d História do Brasil. Eles dizem q existiu escravidão d negros no país, mas isso é mentira. Ñ discuta com essa afirmação, pois vc estará sendo racista, A PIOR PESSOA, um lixo Só ñ entendi ainda se o problema foi a fantasia ou o ’17’ na foto (SIC)”, postou.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum