Fórumcast, o podcast da Fórum
30 de outubro de 2018, 14h24

Promotoria abre procedimento sobre mãe bolsonarista que fantasiou filho de escravo para o Halloween

Após repercussão do caso, mulher tuitou: "Não leiam livros de História do Brasil. Eles dizem que existiu escravidão de negros no país, mas isso é mentira."

Reprodução/Instagram

A Promotoria de Defesa da Criança e do Adolescente de Natal (RN) abriu um procedimento para acompanhar o caso da criança ‘fantasiada’ de escravo pela própria mãe para uma festa de Halloween de uma escola particular em Natal. O caso vai correr em segredo de Justiça, como estabelece o Estatuto da Criança e do Adolescente.

Leia também: Porta dos Fundos faz paródia com versão de Bolsonaro sobre a escravidão

A própria mãe do garoto, identificada como Sabrina Nóbrega postou a foto de menino de 9 anos fantasiado de “escravo”. “Quando seu filho absorve o personagem! Vamos abrasileirar esse negócio! #Escravo”, escreveu ela na publicação.

As fotos mostram a criança pintada, sem camiseta, com correntes amarradas nos pés e nas mãos e “marcas” de chicotada feitas com maquiagem.

Diante da repercussão negativa, a mulher deletou as fotos e bloqueou sua conta no Instagram. Pelo Twitter, no entanto, rebateu as críticas. “Ñ leiam livros d História do Brasil. Eles dizem q existiu escravidão d negros no país, mas isso é mentira. Ñ discuta com essa afirmação, pois vc estará sendo racista, A PIOR PESSOA, um lixo Só ñ entendi ainda se o problema foi a fantasia ou o ’17’ na foto (SIC)”, postou.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum