Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
23 de fevereiro de 2019, 08h51

Promotoria vai investigar shopping Higienópolis para que não se repita caso do Extra

O shopping pediu autorização para que seus seguranças apreendessem crianças em situação de rua e as entregassem à PM

Fachada do shopping Higienópolis (Reprodução/Facebook)

A Promotoria da Infância e da Juventude abriu um inquérito civil para apurar o caso do shopping Higienópolis, que pediu autorização para que seus seguranças apreendessem crianças em situação de rua e as entregassem à PM.

O objetivo é averiguar se o sistema de informações sobre os direitos das crianças está funcionando. “Não podemos deixar que aconteça em SP o que já ocorreu no Rio”, diz o promotor Eduardo Dias Ferreira, referindo-se ao jovem morto por um segurança da rede Extra.

Para o promotor, o que ocorreu no shopping Higienópolis não é um fato isolado em SP. “Há relatos de problemas no entorno dos shoppings Santa Cruz e Tatuapé, por exemplo”, disse.

Ferreira afirma ainda que tanto seguranças e empresas, quanto a sociedade, devem ser informados sobre as atitudes corretas a serem tomadas com as crianças. “É preciso chamar o serviço de abordagem da Secretaria de Assistência Social e o conselho tutelar.”

Aos órgãos cabe o encaminhamento dos menores, a seus pais ou a locais de acolhimento. “Jamais à polícia”, afirma.

Shopping já foi investigado por racismo

O Shopping Higienópolis, considerado um dos mais elitizados de São Paulo, foi alvo de investigação sobre racismo, em 2017, quando o jornalista Enio Squeff, branco, tomava chá com o filho Raul, 7 anos, negro, e foi interpelado por uma segurança da unidade, que perguntava se o garoto estaria “incomodando”. Relembre o caso aqui.

Com informações da coluna de Mônica Bergamo


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum