Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
12 de dezembro de 2017, 17h10

Rafael Braga é condenado em segunda instância e deve voltar para a prisão assim que terminar tratamento de tuberculose

Jovem catador de latas estava em prisão domiciliar devido à tuberculose que contraiu no presídio e sua defesa havia entrado com recurso contra a condenação em primeira instância, que foi negado hoje pela Justiça; Braga, preso pela primeira vez em junho de 2013, se tornou símbolo da política de encarceramento da população negra e é considerado o único condenado das “jornadas de junho”

Por Redação

O jovem catador de latas Rafael Braga, ex-morador da favela do Cruzeiro, no Rio de Janeiro, voltará para a prisão. Ele estava preso em regime domiciliar devido a uma tuberculose contraída no presídio e sua defesa havia apresentado recurso contra a condenação de abril deste ano por tráfico de drogas, que foi negado hoje pela Justiça carioca.

Ajude a Fórum a fazer a cobertura do julgamento do Lula. Clique aqui e saiba mais.

Por 2 votos a 1, o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) resolveu manter a condenação do jovem à pena de 11 anos e três meses de reclusão e ao pagamento de R$ 1.687. Como houve um voto favorável à absolvição de Rafael, ainda cabe recurso.

Com a ratificação da condenação, Braga deverá voltar para o presídio assim que terminar o seu tratamento de tuberculose.

Leia também: Rafael Braga, a representação do preso político dos dias atuais

Rafael Braga se tornou símbolo da seletividade e do racismo estrutural do sistema de Justiça e é tido como o único condenado em decorrência das chamadas “jornadas de junho”.

Ele foi preso no Rio de Janeiro, em 2013, por portar dois frascos plásticos com produtos de limpeza durante uma das manifestações de junho. A acusação alega que ele portava materiais inflamáveis com intenção de produzir explosivos. Condenado a quase cinco anos, ele foi preso novamente, acusado por tráfico de drogas, que, segundo a defesa, foram plantadas por policiais.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum