Rainha Marta: Alagoas aprova mudança de nome no Estádio Rei Pelé para homenagear conterrânea

Nascida no interior do Alagoas, a jogadora Marta será homenageada no principal estádio do estado

Publicidade

Nascida em Dois Riachos, interior do Alagoas, a jogadora Marta, atacante da seleção brasileira feminina de futebol e laureada seis vezes como melhor jogadora do mundo pela FIFA, vai ter dar nome ao hoje chamado Estádio Rei Pelé, localizado em Maceió, capital do estado. A mudança foi aprovada nesta quinta-feira (12) pela Assembleia Legislativa, mas ainda precisa passar por sanção do governador Renan Filho (MDB).

O projeto, apresentado pelo deputado Antonio Albuquerque (PTB), tramita desde fevereiro deste ano e foi aprovado com 16 votos a favor e 8 contrários. Albuquerque defendeu a mudança alegando que, por mais que os dois sejam grandes nomes do futebol, Marta tem uma grande importância local. “As grandezas de Marta e Pelé são irrefutáveis e incomparáveis. Ambos têm importância nacional e mundial, mas somente Marta tem a importância local por seus laços e identidade com o Estado, com o povo e com o futebol alagoano”, declarou.

Apesar da aprovação, o deputado Sílvio Camelo (PV), um dos oito contrários, apresentou emenda com o objetivo de manter o nome de Pelé no estádio. Ele propõe que a arena se chame “Rei Pelé e Rainha Marta”. A proposta será avaliada na próxima semana.

A jogadora, que é torcedora do CSA e frequentadora do estádio, ainda não comentou sobre a mudança

 

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR