Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
25 de fevereiro de 2019, 14h34

“Riram e zombaram de mim”, diz Damares Alves sobre o pé de goiaba, após discurso na ONU

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos esteve na sede da ONU em Genebra; ela reclamou a jornalistas que fizeram chacota sobre sua história de vida, em especial o episódio em que relata ter visto Jesus num pé de goiaba

A ministra da Família, da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, reclamou a jornalistas que zombaram de sua história. As declarações nesse sentido foram dadas nesta segunda (25) após seu discurso na sede das Nações Unidas, em Genebra, Suíça.

“Riram e zombaram da minha história de sofrimento e dor. Mas não riram e zombaram só desta ministra quando fizeram tanta chacota. Riram e zombaram de milhões de meninas que são abusadas no Brasil. Isso me incomodou. Riram das crianças que estão tentando suicídio no Brasil, que estão se suicidando”, afirmou a jornalistas d’O Globo.

A ex-pastora Damares também citou o episódio em que contou ter visto Jesus Cristo quando estava num pé de goiaba. A fala viralizou antes mesmo dela assumir o ministério. A história virou até livro, lançado num culto.

“Era uma menina de 10 anos em cima de um pé de goiaba querendo morrer. Eu sei o que é ser menina no Brasil. E quando falo que o Brasil ganhou o título de pior país da América do Sul para ser menina, um dos motivos é o abuso. Eu fui vítima do abuso. Eu sei o que estar no colo de um algoz. Eu sei o que é estar no colo de um pedófilo. A gente quer que isso não aconteça mais no Brasil. Riram das meninas e meninos abusados. Quiseram rir de uma ministra, mas riram de milhões de crianças abusadas no Brasil.”

Damares disse ainda que suas falas são mal interpretadas. “O que  aconteceu é que pegaram frases minhas ditas dentro de uma igreja para o meu segmento, o meu povo. Interpretaram de forma errada.”

Discurso

Em sua fala, a ministra defendeu “o direito à vida, desde a concepção”, disse que o governo vai trabalhar para combater a violência contra a mulher e falou sobre a Venezuela. Chamou o governo Maduro de “ilegítimo” e o presidente de ditador. “O Brasil apela a comunidade internacional para somar-se aos esforços da libertação da Venezuela”, disse.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum