Fórumcast #20
21 de julho de 2019, 21h42

Torcedora do Inter que agrediu mãe e filho gremistas diz que “foi um ato impulsivo”

Em entrevista anônima, a torcedora revelou sua versão do episódio de violência do último confronto entre Grêmio e Internacional.

Reprodução

A torcedora colorada que foi flagrada em vídeo agredindo uma gremista que estava com uma criança, no time clássico Grêmio x Inter, concedeu entrevista ao portal Gaúcha ZH, de forma anônima e disse que não teve a intenção de agredir e culpou a gremista por estar, segundo ela, “incitando a violência”.

Segundo ela, esse “foi um ato impulsivo” e “não gostaria de ter agredido”, que não teve a intenção de machucar nem de assustar ninguém. “Avistei a torcedora agitando a camisa do Grêmio em direção à torcida do Grêmio. Fui ao encontro dela e comecei a gritar para baixar a camiseta e disse que ali não era o lugar dela. Ainda questionei o exemplo que ela estava dando para o filho. Num ato impulsivo, tentei baixar a camiseta. Baixei. Começamos a nos empurrar. Chegou o segurança, nos separou, tirou do estádio”, relatou a torcedora.

A torcedora declarou ainda que a gremista “estava incitando a violência” e “infringiu a norma do estádio” porque “era a torcida do Inter que estava ali”. “Poderia ter causado até mais estragos. Tinha outras pessoas vindo ao entorno dela. A intenção era preservá-los. Tenho 32 anos e há 32 anos vou a estádio. Nunca tinha acontecido nada semelhante. Não quis agredir. Ela estava instigando a violência”, disse.

Sobre a manta do grupo Inter Antifascista, que usava no vídeo, a torcedora disse que comprou por ter gostado dela e afirma não ter relação com o grupo. “Fiz a compra da manta ontem porque achei bonita, com um bom tecido”, esclareceu.

Veja também:  Bolsonaro diz que governo não tem mais dinheiro e que ministros estão apavorados

A mulher admitiu se arrepender pela forma que abordou a torcedora do time adversário e disse que se tivesse a chance pediria desculpa.

Posicionamento do Internacional

Mais cedo, o Internacional publicou nota de posicionamento sobre a agressão, lamentando o ocorrido. “No mínimo, não houve bom senso e compostura dos adultos envolvidos em preservar uma criança diante do momento”, escreveu o clube. Segundo a nota, o Internacional está investigando o caso e tomará as medidas cabíveis tanto a torcedores quanto a funcionários do clube. Leia a nota na íntegra:

 

Apoio à gremista

O humorista Rafinha Bastos publicou no seu perfil do Twitter mensagens apoiando a mãe gremista que foi agredida e relatou que conseguiu falar com ela e prometeu entregar presentes do clube.  “Tenho um filho da mesma idade e foi foda ver a imagem… mas felizmente tá tudo bem”, escreveu.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum