segunda-feira, 21 set 2020
Publicidade

Torcedora do Inter que agrediu mulher com criança deve ser indiciada pela polícia

A 20ª Delegacia de Polícia de Porto Alegre entrou no caso dos torcedores do Internacional que cercaram e ameaçaram uma mãe e um filho após o jogo entre Internacional e Grêmio, pelo Campeonato Brasileiro, no último sábado (20). A torcedora colorada que aparece nas inagens xingando e empurrando a outra mulher será enquadrada no artigo do Estatuto do Torcedor que diz prevê punição para quem “promover tumulto, praticar ou incitar a violência”.

A polícia gaúcha ouviu nesta segunda-feira (22) quatro testemunhas que estavam no estádio do Beira-Rio na hora do ocorrido. “Pelos relatos que tivemos agora, em confrontação com as imagens que nós já visualizamos, podemos indicar que vamos enquadrar ela (torcedora do Inter) no Estatuto do Torcedor e em crime contra honra (calúnia, difamação ou injúria). Existe um indicativo de que ela agiu de forma violenta contra essa torcedora do Grêmio e, além disso, proferiu ofensas de natureza pessoal”, afirmou delegado Miguel Mendes Ribeiro ao GloboEsporte.com.

Segundo o policial, a ideia é que o inquérito seja concluído o mais rápido possível. Depois o caso seguirá para o Ministério Público do Rio Grande do Sul, que decidirá levar, ou não, o caso para o Poder Judiciário.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.