Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
06 de agosto de 2018, 08h07

Viúva de Marielle deve receber proteção à sua vida, decide CIDH

Paulo Abrão, secretário-executivo da Comissão Interamericana de Direitos Humanos, informou que o pedido de proteção a Mônica Benício, viúva de Marielle Franco foi aceito e comunicado às entidades brasileiras competentes

Em razão de ameaças sofridas nos últimos dias, Monica Benício, viúva da vereadora Marielle Franco, acionou a Comissão Interamericana de Direitos Humanos para solicitar proteção. O mecanismo está previsto nos tratados internacionais que o Brasil assinou para fazer parte do organismo internacional.

Neste domingo (5) Paulo Abrão, secretário-executivo da entidade, informou que o pedido foi aceito e comunicado às entidades brasileiras competentes – isso inclui a Comissão Externa de acompanhamento do caso, instalada no Congresso e presidida pelo deputado Jean Wyllys (Psol-RJ). Com o pedido, as autoridades nacionais são obrigadas a providenciar proteção à viúva de Marielle.

Segundo o parlamentar, serão acionados os Ministérios da Justiça e da Segurança Pública, o Gabinete de Intervenção RJ, a Secretaria de Estado de Segurança Pública e a Secretaria de Direitos Humanos do Estado do Rio. Também serão envolvidos no processo algumas entidades da sociedade civil como a Human Rights Watch e os movimentos sociais na cidade do Rio.

“As denúncias tornadas públicas por Mônica são gravíssimas e, mais do que correspondentes a uma ameaça a sua vida, são uma afronta a todo estado de Direito, numa tentativa de intimidar o poder da Polícia, do Judiciário, até mesmo da intervenção federal na segurança pública e a todos que se manifestem contra o domínio cada vez maior de facções criminosas em relacionamento explícito com o Estado brasileiro”, disse Jean em seu Facebook.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum