Fórum Educação
20 de Maio de 2020, 11h18

Weintraub recua e sugere adiamento do Enem em 30 a 60 dias

Pressionado por estudantes e pelo Congresso, ministro quer que candidatos escolham uma nova data para aplicação do exame

Abraham Weintraub - Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Após sofrer pressão dos estudantes e do Congresso, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, foi às redes sociais na manhã desta quarta-feira (20) para anunciar que pretende adiar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 30 a 60 dias, por conta da pandemia do coronavírus.

“Diante dos recentes acontecimentos no Congresso e conversando com líderes do centro, sugiro que o Enem seja adiado de 30 a 60 dias. Peço que escutem os mais de 4 milhões de estudantes já inscritos para a escolha da nova data de aplicação do exame”, escreveu o ministro.

“A participação dos estudantes inscritos pode ser feita através da “Página do Participante”, com senhas individuais, no site do @inep_oficial, de forma direta, democrática, transparente e segura”, continuou.

O único senador que votou contra o adiamento da prova em razão da pandemia de coronavírus foi Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro.

A proposta, de autoria da senadora Daniella Ribeiro (PP-PB), prevê o adiamento de todas as provas para todas as instituições de ensino do país, inclusive universidades privadas. A medida foi aprovada na noite desta terça-feira (19), por 75 votos a 1.

Confira:


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum