Fórum Educação
02 de abril de 2020, 12h39

Alberto Fernández estatiza gestão de hospitais particulares para combater coronavírus

Medida também foi tomada em europeus como Espanha e Irlanda. Segundo ministro da Saúde, a ideia é “promover um tratamento igual para todos os argentinos” durante a pandemia

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, e o ministro da Saúde, Ginés González García (foto: agência Télam)

Nesta quinta-feira (2), o presidente argentino Alberto Fernández assinará um decreto que fará com que todos os hospitais e clínicas, sejam públicos ou privados, passem a ser administrados pelo Ministério da Saúde.

A medida visa preparar o sistema de saúde do país para enfrentar o auge da pandemia de covid-19. Ela foi anunciada pelo ministro da Saúde argentino, Ginés González García, durante a reunião por vídeo conferência com o Comitê de Ação Social e Saúde Pública da Câmara dos Deputados.

González García disse aos parlamentares que a ideia é “promover um tratamento igual para todos os argentinos” durante a pandemia de coronavírus. Também acrescentou que “não apenas os suprimentos, mas também o conhecimento” de todos os centros de saúde deverão ser compartilhados.

A Argentina é um dos países que impôs uma das mais rigorosas quarentenas para enfrentar a pandemia, e registra 1133 casos de coronavírus, com 34 mortes e 248 pacientes recuperados.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum