Fórum Educação
16 de março de 2020, 06h45

Argentina e Peru fecham suas fronteiras por 15 dias por causa do coronavírus

Diferentemente de Jair Bolsonaro, para quem as medidas para a contenção do coronavírus são uma “histeria”, Alberto Fernández e Martín Vizcarra, estão levando a sério o problema

Os presidentes da Argentina, Alberto Fernández, e do Peru, Martín Vizcarra (foto: agência Télam)

Enquanto Jair Bolsonaro trata a pandemia do coronavírus com absoluto desdém, desrespeitando recomendações difundidas pelo seu próprio Ministério da Saúde, outros países da região estão levando a situação bem mais a sério.

É o caso de Alberto Fernández, presidente da Argentina, e Martín Vizcarra, presidente do Peru. Na noite deste domingo (15), quase simultaneamente, ambos anunciaram o fechamento de todas as fronteiras dos seus países por 15 dias, para tentar conter a propagação do coronavírus.

Na Argentina, Fernández também ordenou a suspensão das aulas e o adiamento ou cancelamento de eventos esportivos e culturais. Por exemplo, a tradicional Marcha Pela Memória, que acontece todo dia 24 de março para relembrar as vítimas da ditadura, foi adiada pela primeira vez.

O governo argentino também anunciou que colocará um plano de atendimento especial para reforçar o sistema público, que priorizará especialmente os cuidados com maiores de 60 anos.

No Peru, Vizcarra apresentou medidas similares: impôs um isolamento obrigatório em todo o país, e afirmou que o governo investirá 40 milhões de sóis, (cerca de 55 milhões de reais), através do Ministério de Desenvolvimento Social, para organizar uma rede de auxílio aos idosos e outros grupos de risco, como diabéticos e hipertensos.

O governo peruano também entregará uma bolsa especial às famílias mais necessitadas, para que tenham os recursos financeiros para aguentar uma quarentena como a que está sendo imposta.

Antes que alguém possa chamar essa sintonia entre Fernández e Vizcarra de “ideológica”, vale lembrar que o argentino é um político de esquerda, e o peruano é de direita. A diferença com Jair Bolsonaro é que eles estão tratando o assunto com a seriedade que ele exige.

Na Argentina, o coronavírus já contagiou 56 pessoas, e causou 2 mortes. No Peru, há 71 infectados e, até o momento, nenhuma vítima fatal. No Brasil, os casos já são cerca de 200.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum