O que o brasileiro pensa?
26 de março de 2020, 17h58

Coronavírus: Itália e EUA podem ultrapassar número de casos da China já na sexta-feira

Com cerca de 80 mil infectados, os países estão próximos de superar o gigante asiático

Foto: Anpas/Fotos Públicas

Principal país europeu afetado pelo surto do novo coronavírus, a Itália segue com a esperança de estar próxima do “pico” da doença às vésperas de ultrapassar a China no número total de pacientes infectados pela doença. Os Estados Unidos, por outro lado, aparecem em um franco crescimento, que pode fazê-los ultrapassar os dois países.

Nesta quinta-feira (26) o país europeu registrou 6.153 novos casos, elevando o número total para 80.539 pacientes infectados pelo novo coronavírus. A alta é superior aos dias anteriores mas segue abaixo dos 10% (8,3%), o que faz com que as autoridades acreditem em uma possível tendência de queda.

Segundo o Departamento de Proteção Civil, o crescimento mais elevado pode ter a ver com a quantidade de testes realizada nos últimos dias e o acúmulo de resultados em conjunto.

Os Estados Unidos apresentaram um crescimento ainda mais significativo no número de casos nesta quinta-feita. Foram 12 mil novos casos nas últimas 24h segundo o Centro de Pesquisas do Coronavírus da Universidade Johns Hopkins. No total, são 79.785 pessoas infectadas.

A tendência é que os dois países ultrapassem a China já na sexta-feira (27). O país asiático registra 81,7 mil casos e tem um crescimento diário de menos de 200 casos desde o dia 1º de março.

Mortes

Com 715 novas mortes nas últimas 24h, o número de vítimas fatais da Itália chegou a 8,2 mil nesta quinta-feira. O índice é mais do que o dobro da China, que registrou até o momento 3,1 mil mortes de Covid-19.

O país, que é criticado por ter demorado a agir diante da pandemia, está em isolamento obrigatório desde o dia 1º de março. Autoridades esperam que se completem 28 dias para avaliar a efetividade da medida.

Nos Estados Unidos, o número de mortes passou dos 1100 nesta quinta-feira, com 281 mortes apenas na região de Nova York.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum