Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
22 de março de 2020, 07h35

DataFolha: Maioria do país pensa diferente de Bolsonaro sobre como lidar com Coronavírus

Três em cada quatro brasileiros têm medo de ser infectados e 83% acreditam que têm chances de contrair a Covid-19. Em entrevista à CNN, Bolsonaro disse que para mais de 60% das pessoas o coronavírus "não será uma gripezinha, não será nada, que nem tomarão conhecimento"

Foto: Marcio James/Semcom

Pesquisa Datafolha divulgada neste domingo (22) mostra que a maioria da população pensa bem diferente de Jair Bolsonaro em relação à pandemia do coronavírus e muitas das medidas defendidas pelo presidente, como manter abertos igrejas e tempos religiosos, são rechaçadas pelos entrevistados.

Três em cada quatro pessoas – 74% – têm medo de ser infectados pela Covid-19. Desses, 36% dizem ter muito medo, e 38%, um pouco. Mulheres são mais preocupadas: 44% têm muito medo, ante 35% dos homens.

A maioria, 83%, também acredita ter chances de ser contaminado e 97% dizem estar tomando precauções para evitar o contágio.

Ao comentar sobre a própria declaração, de que para ele, que tomou uma facada, o coronavírus é uma “gripezinha”, em entrevista à CNN, Bolsonaro disse que “para mais de 60% dos brasileiros não será uma gripezinha, não será nada, que nem tomarão conhecimento, nem sentirão caso venha ser infectados”.

A suspensão de celebrações religiosas, é aprovada por 82%. A medida vem sendo criticado por líderes evangélicos e pelo próprio Bolsonaro, que vêm nas celebrações uma forma de aumentar a “imunidade” diante da doença.

O fechamento de fronteiras é apoiado por 92%. O encerramento do comércio, em vigor em várias cidades, divide opiniões: 46% são a favor, 33% são contra e 21%, aprovam parcialmente.

Já a quarentena temporária, ou seja, o isolamento forçado em casa, tem apoio de 73%, ante 24% que a rejeitam e 2% que se dizem indiferentes.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum