O que o brasileiro pensa?
17 de junho de 2020, 10h48

Ex-líder indígena Paulinho Paiakan morre por coronavírus

Paiakan foi um dos principais nomes da luta indígena contra a hidrelétrica de Belo Monte na década de 1980

Paulinho e Irekran Paiakã (Reprodução)

O cacique Paulinho Paiakan, da etnia kayapó e uma das principais lideranças indígenas do país, morreu por coronavírus nesta quarta-feira (17), em Belém.

Segundo a Fórum apurou, o cacique deu entrada no hospital municipal de Redenção com sintomas da Covid-19 na semana passada. Depois de ter o quadro clínico agravado, foi transferido para o Hospital Regional Público do Araguaia (HRR), onde faleceu.

Paiakan teve grande protagonismo na luta indígena do país, em especial na década de 1980. Ao lado do cacique Raoni Metuktire, o indígena realizou diversos protestos contra o avanço da hidrelétrica de Belo Monte naquele período. Ainda, foi uma das principais lideranças do Encontro dos Povos Indígenas do Xingu, em 1989.

O cacique foi condenado em 1998 pela 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Pará, por unanimidade, a seis anos de prisão por ter estuprado, em 1992, a estudante Sílvia Letícia Ferreira.

Irekrã, esposa de Paiakan, acusada de ter agredido Letícia para facilitar a ação do marido, também foi condenada a quatro anos de detenção em regime semiaberto.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum