Governo de São Paulo altera regras e permite funcionamento do comércio por seis horas diárias

Mesmo com aumento da Covid-19 no estado, a nova regulamentação, que será publicada em decreto, vale para cidades que estão na zona laranja

Apesar do aumento de casos e mortes por Covid-19, o governo de São Paulo vai promover uma mudança no horário de funcionamento do comércio. Será publicado um decreto que permite a ampliação das horas permitidas para que os estabelecimentos fiquem abertos, nas cidades que estão na zona laranja do “Plano São Paulo” de flexibilização.

A alteração é opcional e os comércios poderão funcionar por seis horas diárias, duas a mais do que o permitido atualmente. No entanto, terão, necessariamente, que fechar durante três dias da semana.

Segundo a determinação em vigor, os comércios podem abrir durante os sete dias da semana, porém, devem funcionar apenas quatro horas por dia.

“Nós fizemos a avaliação da operação, que existe hoje, recomendada de quatro horas, com o funcionamento de 20% da capacidade, e o ponto que o Centro de Contingência colocou aqui como opcional seria o funcionamento por seis horas durante quatro dias úteis, operando quatro dias, fechando três dias, para que isso viabilize um melhor planejamento do comércio e garantindo a segurança no aspecto de saúde”, declarou a secretária estadual do Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen.

Próxima semana

“Então, esse foi o ponto aqui aprovado e autorizado, que será incluído como uma das respostas dos pleitos setoriais e será aqui objeto do decreto, que será publicado nos próximos dias para funcionamento a partir da semana que vem na fase laranja”, acrescentou.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.