Fórum Educação
01 de abril de 2020, 17h48

Província na China determina confinamento após registro de novos casos de Covid-19

Cerca de 600 mil pessoas estão impedidas de sair de casa na província de Henan, o que liga o alerta para uma nova onda do coronavírus no país asiático

Foto: Governo da China

A província chinesa de Henan anunciou nesta quarta-feira (1) a implantação de medidas de confinamento de cerca de 600 mil pessoas no local. A medida, divulgada pela mídia local, busca evitar o surgimento de uma nova onda de disseminação do coronavírus no país.

O jornal South China Morning Post, de Hong Kong, publicou a informação de que a província teria determinado medidas de confinamento na região do condado de Jia, próximo à cidade de Pingdingshan, de acordo com nota oficial.

Segundo o site, na região é necessária autorização especial para realizar atividades fora de casa. Além disso, qualquer movimentação externa vai implicar medição de temperatura e uso obrigatório de máscara. Todos os serviços e comércio não essenciais foram fechados. Ninguém pode entrar ou sair da região. As medidas foram implantadas após o registro de três novos casos de Covid-19 no condado.

A medida vem em meio à tentativa da China de afrouxar as medidas de combate à disseminação do coronavírus e recuperar a economia. Para tentar evitar o surgimento de uma nova onda da doença, o país fechou as fronteiras e restringiu o movimento internacional.

Nesta quarta (1), foram registrados 36 casos no país, sendo apenas 1 de origem local. Ao todo, foram mais de 82 mil casos registrados na China, e cerca de 3.300 mortes pela doença.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum