O que o brasileiro pensa?
28 de junho de 2020, 12h55

Renê Simões defende volta do futebol contra violência doméstica: “tenho amigos que já bateram na mulher”

O ex-técnico da seleção feminina disse ainda que vê os atletas como "pessoas extremamente saudáveis", e que o vírus "quer pessoas que tenham alguma deficiência"

Foto: Reprodução YouTube

O ex-técnico da Seleção feminina de futebol, Renê Simões, afirmou em entrevista à Rádio Central, de Campinas, na última sexta-feira, que a volta do futebol pode interromper casos de violência doméstica.

“Vamos discutir o futebol como fator social para ajudar as pessoas que estão em casa enlouquecendo. Eu tenho amigos aqui que já se separaram, outros já bateram na mulher, outros batem nos filhos, estão enlouquecendo. Então se colocar futebol, pode ser que ajude em alguma coisa”, disse.

O ex-técnico, argumentou ainda que vê os atletas como “pessoas extremamente saudáveis”, e por isso não há problema em retornar com o futebol, já que o vírus “quer pessoas que tenham alguma deficiência”.

“Nós já tivemos mais de 100 jogadores brasileiros com Covid. Nenhum deles foi internado, nenhum deles foi entubado. No mundo todo, só conheço um caso que fugiu da regra, que foi o Dybala da Juventus que foi testado positivo, 14 dias depois positivo de novo, mais 14 dias positivo de novo, mas resolveu tudo. Eu não tenho um caso de jogador que tenha sido internado, entubado, e porque, porque são pessoas extremamente saudáveis, e esse vírus não é para as pessoas saudáveis, esse vírus quer as pessoas que tenham alguma deficiência, que os jogadores não tem”, afirmou Renê.

Com informações do Globo Esporte


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum