#Fórumcast, o podcast da Fórum
04 de novembro de 2019, 11h19

Ator da Globo, Juliano Cazarré publica vídeo de gorila e diz que “a masculinidade faz do mundo um lugar mais seguro”

Criticado por seguidores, ator resolveu apelar ao conservadorismo para defender sua posição. "A sociedade vem deturpando valores, atacando a família e a masculinidade há tempos. O resultado é esse bando de homem bosta"

Juliano Cazarré e a imagem do vídeo divulgado no Instagram (Montagem)

O ator Juliano Cazarré, da TV Globo, foi duramente criticado nas redes sociais ao publicar em seu Instagram neste domingo (3) um vídeo em quem um gorila protege a família ao atravessar uma estrada e dizer, no post, que “a masculinidade faz do mundo um lugar mais seguro”.

“A masculinidade é uma construção social… Só que não! PROVER E PROTEGER: a masculinidade faz do mundo um lugar mais seguro. PS1: Quem tem um pai legal sabe. PS2: Esse gorila é mais cavalheiro do que muito homem por aí… dorme com esse barulho”, publicou ele, sem muita noção do assunto que estava abordando.

A publicação foi rebatida pelas seguidoras, que buscaram explicar de forma mais ampla ao ator alguns conceitos e comparações.

“Vc sabia que um casal de gorilas morrem juntos? Não! Não, colega eles não se divorciam! Diferentemente dos humanos! Qualquer rabo de saia sem filhos e com metade da idade da outra mulher lhe serve”, comentou a bióloga e médica veterinária Silvana Ribeiro Garcia.

Ao comentar uma das publicações o ator falou sobre “o fato de que é muito prejudicial para os meninos crescer sem uma figura masculina”, o que levou homens a entrarem no debate.

“A minha mãe foi solteira até os meus 9 anos, a masculinidade decidiu ir embora de casa pq “queria ser feliz”, ficamos sem comida, energia e água, ainda bem que essa masculinidade a minha mãe não ensinou. dou graças a deus de ter sido criado somente por uma mulher”, comentou Ruan Aguimar.

Por fim, o ator resolveu apelar ao conservadorismo para defender sua posição. “A sociedade vem deturpando valores, atacando a família e a masculinidade há tempos. O resultado é esse bando de homem bosta que você se refere”, afirmou ao rebater um comentário que falava dos meninos que crescem sem pai no mundo.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum