#Fórumcast, o podcast da Fórum
12 de julho de 2019, 15h58

Conversa com Eliza Capai, que lança no Brasil o premiado “Espero tua (Re)volta”

O documentário é um mergulho no movimento estudantil, tendo como “arco da narrativa” as marchas de 2013 até a vitória do presidente Jair Bolsonaro em 2018, fato que ela confessa que jamais poderia imaginar como desfecho

Foto: Divulgação

A cineasta Eliza Capai conversou com a Fórum sobre o lançamento nacional do seu novo filme, “Espero tua (Re)volta”, que acontece em várias cidades do país a partir do próximo dia 15 de agosto.

O documentário é um mergulho no movimento estudantil, tendo como “arco da narrativa”, como ela mesma coloca, as marchas de 2013 até a vitória do presidente Jair Bolsonaro em 2018, fato que ela confessa que jamais poderia imaginar como desfecho.

Veja o trailer abaixo:

Inspirado pela linguagem do próprio movimento, o filme é conduzido pela locução de três estudantes, representantes de eixos centrais da luta, que disputam a narrativa, explicitando conflitos do movimento e evidenciando sua complexidade.

O longa conquistou vários prêmios, entre eles o da Anistia Internacional no Festival de Berlim, na Alemanha. Eliza, entrevistada pela Fórum em 2017 e no início de fevereiro deste ano, aproveitou a ocasião para protestar contra o governo de Jair Bolsonaro.

“Fazer o filme foi difícil, mas nem nos piores pesadelos eu poderia imaginar que o filme ficaria pronto em condições tão adversas. É uma honra estar aqui e protestar, para o mundo, contra o governo homofóbico, racista e contra as mulheres que se instalou no País”, declarou.

Nesta entrevista ao editor de cultura da Fórum, Julinho Bittencourt, Eliza contou tudo sobre “Espero tua (Re)volta” e ainda comentou sobre o atual momento político brasileiro. Veja abaixo:


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum