Fórumcast, o podcast da Fórum
10 de outubro de 2019, 14h11

Peça censurada no CCBB terá sessão gratuita e ato de protesto na porta do teatro

“Será um ato político a favor da arte e democracia e contra dirigismos e cancelamentos”, afirma o diretor de “Caranguejo overdrive”, Marco André Nunes

Foto: Ligia Jardim/Divulgação

No Brasil de Jair Bolsonaro é assim. A censura às manifestações culturais e artísticas voltaram a todo vapor. O espetáculo “Caranguejo overdrive”, que foi impedido de se apresentar, no início de outubro, quando seria encenado no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), vai promover uma sessão especial gratuita na porta do teatro, no Centro do Rio de Janeiro. A performance será nesta sexta-feira (11), às 17 horas, revela O Globo.

Alguns trechos da peça serão apresentados, sob direção de Marco André Nunes, junto com a banda que acompanha o espetáculo e a participação de outros artistas.

A encenação, produzido por Aquela Companhia de Teatro, havia sido cancelada em cima da hora, sem explicações, e iria se apresentar na mostra comemorativa dos 30 anos do CCBB.

“Será um ato político a favor da arte e democracia e contra dirigismos e cancelamentos. Vai ser uma grande sucessão de falas e performances”, revela o diretor.

Até o momento, o CCBB não explicou a razão do cancelamento e produtores do espetáculo falam sobre uma possível censura.

Em nota publicada na página da companhia no Facebook, no domingo (6), artistas que estão na mostra “CCBB – 30 anos das cias” declaram total repúdio ao cancelamento da peça;

Veja abaixo a íntegra da nota:

Carta ao público:

Nós, artistas das companhias teatrais participantes da mostra CCBB – 30 anos de cias, vimos por meio desta manifestar nosso repúdio frente ao cancelamento do espetáculo “Caranguejo overdrive”.

A atitude desrespeitosa desta instituição cultural, assim como a omissão em vir a público para justificar as razões do cancelamento, lamentavelmente, refletem o dirigismo na política cultural do atual governo.

Nessa conjuntura, o CCBB-RIO, reconhecida instituição cultural no Brasil e no mundo, perde a oportunidade de celebrar seus trinta anos em um clima de alegria e parceria com os artistas e espectadores que tanto o ajudaram a construir sua história.

Compreendendo o sentido histórico do atual momento é urgente resistirmos em defesa da liberdade de expressão, zelando por criações artísticas que afirmem o pluralismo e a diversidade da sociedade brasileira.

Os governos passam, e nós, artistas e espectadores permanecemos.

Assinam:
Aquela Cia. de Teatro
Cia Artesanal
Cia dos à Deux
Cia dos Atores
Cia Pequod


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum