Fórumcast, o podcast da Fórum
08 de junho de 2018, 09h05

Prefeito tucano de Porto Alegre manda boleto de R$ 180 mil para Feira do Livro usar praça

Pelo evento, que pode ser inviabilizado, já passaram escritores como Mario Quintana e Mario Vargas Llosa

Um dos eventos mais importantes e tradicionais de Porto Alegre está ameaçado de não acontecer em 2018 por uma decisão da prefeitura da cidade. A administração do prefeito Nelson Marchezan Jr. (PSDB) impõe R$ 180 mil para liberar a Praça da Alfândega para a realização da Feira do Livro.

Criada em 1955, a Feira do Livro é uma das mais antigas do gênero do país. Pelo evento já passaram escritores como Mario Quintana e Mario Vargas Llosa. A Câmara Riograndense do Livro (CRL). Em 2018, deverá acontecer entre os dias 1º e 18 de novembro. A entidade se diz surpreendida com o boleto recebido na última semana com a cobrança de R$ 179.849,60

O presidente da Feira, Isatir Antonio Bottin Filho declarou que é a primeira vez que a Feira do Livro recebe tal cobrança em mais de 60 anos. Ele pretende se reunir com a Secretaria Municipal de Cultura e com o prefeito de Porto Alegre para resolver o impasse.

Em nota divulgada na noite desta quinta-feira, depois da polêmica criada, a Prefeitura de Porto Alegre disse que a taxa não é definitiva e que a sua emissão somente será decidida depois de passar por todos os órgãos envolvidos.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum