Fórum Educação
16 de Maio de 2020, 06h29

Regina Duarte pode ter que pagar R$ 131 mil por espalhar fake news contra Dona Marisa

A notícia de que a ex-primeira dama tinha R$ 250 milhões em uma conta já havia sido desmentida quando Regina Duarte fez a postagem

Foto: Reprodução

A secretária especial da Cultura, Regina Duarte, foi citada pela juíza Priscila Faria da Silva, da 12ª Vara Cível de Brasília para apresentar a sua defesa em uma ação movida pelos herdeiros da ex-primeira-dama Marisa Letícia. A contestação deve ser feita em um prazo de até 15 dias. 

Regina Duarte publicou imagem afirmando que foram encontrados R$ 250 milhões em uma conta da ex-primeira-dama.

A notícia já havia sido desmentida quando Regina Duarte fez a postagem. Em função de um erro de preenchimento, foi multiplicado por cem o inventário de Dona Marisa Leticia da Silva, esposa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O engano acabou atribuindo à sua conta uma aplicação de 2.566.468 unidades de CDB (Certificado de Depósito Bancário), com valor de R$ 100 cada, o que daria, no final: R$ R$ 256.646.800,00.

De acordo com a assessoria de Lula, o erro já foi corrigido e o valor correto de CDBs que ela aplicou é 10.000 vezes menor, o que dá R$ 26 mil.

Juiz admitiu erro

O juiz Carlos Henrique André Lisbôa, da 1ª Vara da Família e das Sucessões de São Bernardo do Campo, admitiu que errou ao confundir investimento automático em CDBs com valor nominal de debêntures ao listar um saldo de R$ 256 milhões no inventário da ex-primeira-dama, Marisa Letícia.

O juiz reconheceu, em decisão nesta quinta-feira (7), que o valor dos CDBs eram de R$ 26 mil, conforme já divulgado pelos advogados de Marisa e do ex-presidente Lula. Lisbôa, no entanto, não se desculpou pelo erro, que motivou uma série de fake news nas redes.

Vários processados

O processo foi ajuizado pela família do ex-presidente Lula. Entre os que serão processados, além de Regina Duarte estão o deputado federal, Eduardo Bolsonaro (Sem Partido-SP), o site de direita O Antagonista, entre outros.

Os herdeiros de Marisa pedem reparação de R$ 131 mil por danos morais e que a secretária publique em sua conta no Instagram a íntegra da sentença condenatória.

“A requerida maculou publicamente a memória da senhora Marisa Letícia Lula da Silva, que sempre foi uma pessoa correta, dedicada à família, sendo a afirmação contida na imagem publicada pela requerida — de que teria sido achado R$ 250 milhões em uma conta de D. Marisa — uma clara tentativa de subverter essa imagem da falecida, levando os requerentes à dolosa contingência de defender a memória de D. Marisa diante do ataque espúrio realizado”, afirma a ação. 

O documento destaca, ainda, que Regina Duarte “é atriz com grande notoriedade e atualmente está investida em relevante função pública”. “Com efeito, apenas na rede social Instagram — onde foram divulgadas as ofensas — a requerida possui 2,3 milhões de seguidores, de modo que suas publicações são acessadas por um número significativo de pessoas.”

A peça é assinada pelos advogados Cristiano Zanin, Valeska Martins, Maria de Lourdes Lopes e William Gabriel Waclawovsky. A ação foi protocolada no dia 27 de abril.

Com informações do Conjur


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum