Influenciadora tem matrícula do filho negada por escola após informar que ele tem autismo

Veronica Oliveira, da página "Faxina Boa", relata que chegou até a pagar as mensalidades e comprar material escolar, mas foi avisada que as vagas esgotaram após informar que o filho é autista; "Meu coração tá partido em mil pedaços"

A influenciadora digital Veronica Oliveira, que mantém a página Faxina Boa no Facebook e tem quase 300 mil seguidores no Instagram, expôs nas redes sociais, nesta sexta-feira (12), sua dificuldade em matricular o filho de 12 anos, que tem autismo, em uma escola.

Mãe solo e moradora da Zona Norte de São Paulo, Veronica fez uma série de postagens contando que fez todo o procedimento para matricular o filho em uma escola e chegou a, inclusive, pagar as mensalidades de todo o ano letivo. Somente depois que ela informou que o filho tem autismo que a escola teria avisado que as vagas acabaram.

“Para variar. mais uma vez, eu fiz todo o processo de matrícula da escola do meu filho. A escola foi super solícita. Aí eu entreguei a listagem de documentos, coloquei na ficha de saúde o laudo dele dizendo que ele é autista. Fiz o pagamento de todas as mensalidades do ano, comprei material escolar. Cheguei para assinar o contrato e a escola devolveu tudo dizendo que, magicamente, enquanto eu não tinha vindo assinar o contrato, acabaram as vagas”, disse a influenciadora, aos prantos, em um vídeo postado no Instagram.

Segundo ela, essa não é a primeira escola que recusa a matrícula de seu filho. “A outra escola também, aqui no bairro, quando falei que meu filho era autista a escola disse que não tinha mais vaga. Não sei até quando essas coisas vão acontecer. É muito difícil”, lamentou.

Veronica não divulgou o nome da escola em questão, mas pediu ajuda a seus seguidores para encontrar uma unidade de ensino que aceite seu filho na Zona Norte da capital paulista. “Se alguma mãe atípica da zona norte puder me ajudar, preciso matricular o Panda na sétima série do fundamental, zona norte!”, escreveu pelo Twitter.

Na mesma rede social, Veronica ainda postou um vídeo de seu filho lamentando o fato de não ter conseguido encontrar uma escola. “Só queria uma escola boa. Bem na hora que minha mãe conta que eu sou autista, do nada falam que as vagas acabaram. É isso?”, diz o menino.

A postagem viralizou e já tem mais de 5,6 mil curtidas. Assista.

Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista e repórter especial da Revista Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Fazer jornalismo comprometido com os direitos humanos e uma perspectiva de justiça social exige apoio dos leitores. Porque se depender do mercado e da publicidade oficial de governos liberais esses projetos serão eliminados. Eles têm lado e sabem muito bem quem devem apoiar.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR