sábado, 26 set 2020
Publicidade

Porteiro de prédio em MG denuncia mulher por racismo: “macaco, safado e fedorento”

Uma denúncia de racismo foi registrada na cidade de Contagem, na região Metropolitana de Belo Horizonte, em Minas Gerais. Uma mulher foi presa na noite desta terça-feira (24) por suspeita de injúria racial contra o porteiro do prédio onde mora.

De acordo com a vítima, a mulher o chamou de “macaco, safado e fedorento”. A Polícia Militar foi chamada. Gilvan Vitalino, de 43 anos, afirmou que o interfone não estava funcionando e, por orientação do síndico, todos os moradores deveriam ir à portaria para liberar a entrada de visitas na noite de Natal.

Não é sócio Fórum? Quer ganhar 3 livros? Então clica aqui.

Quando a mãe de mulher, de 31 anos, chegou, o porteiro seguiu a orientação e solicitou que a senhora ligasse para a filha para pedir que ela descesse. Por telefone, conforme o boletim de ocorrência, a mulher reagiu com vários palavrões, ofendendo o porteiro, porque ela mora em um bloco mais afastado da portaria.

Testemunhas

Mesmo assim, ela acabou descendo e continuou a xingar o funcionário. Chamou-o de “macaco, safado e fedorento”. Testemunhas viram a agressão e chamaram a polícia.

Todos foram levados à delegacia. A mulher, identificada como Ariane, chorou muito. Para a TV Globo, a mãe dela declarou que a filha não ofendeu o porteiro.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.