Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
15 de janeiro de 2020, 14h50

Alberto Fernández se reunirá com Papa Francisco em Roma para solicitar visita à Argentina

Encontro será na Biblioteca Privada do Palácio Apostólico do Vaticano e terá ao menos uma reunião privada, na qual se espera que conversem sobre questões da política argentina

Encontro entre Francisco e Alberto Fernández em 2018, que também contou com presença de Celso Amorim (Foto: L’Osservatore Romano)

O último dia do mês de janeiro será marcado pelo encontro de dois ilustres argentinos em Roma. Alberto Fernández e Jorge Bergoglio já se conhecem há muito tempo, mas desta vez será diferente, já que será uma reunião de chefes de Estado.

Segundo a agência argentina Télam, o encontro entre o presidente Fernández e o Papa Francisco terá como sede a Biblioteca Privada do Palácio Apostólico do Vaticano, e terá ao menos uma reunião privada, na qual se espera que conversem sobre questões da política argentina.

Em uma entrevista recente para um canal de televisão argentino, Alberto Fernández disse que “será um prazer revê-lo, ele sabe o quanto eu o prezo e aprecio o seu trabalho, e quero dizer a ele que eu e todos os argentinos celebraríamos muito uma possível visita sua”. No entanto, também disse que a decisão de visitar ou não a Argentina “é uma decisão dele, e deve ser respeitada seja ela qual for”, e também se comentou sobre às possíveis preferências ideológicas de Francisco: “o Papa não está do lado de ninguém (politicamente), está acima de tudo isso”.

A última visita de Fernández ao Papa foi em agosto de 2018, em encontro no qual participaram também dois conhecidos diplomatas progressistas sul-americanos, o chileno Carlos Ominami e o brasileiro Celso Amorim.

Em dezembro de 2019, Francisco recebeu a visita da primeira-dama, Fabiola Yáñez, que esteve no Vaticano junto com outras quatro primeiras-damas latino-americanas, na inauguração da nova sede da Fundação Pontifícia Scholas Occurrentes, criada por Francisco a partir de suas experiências como cardeal. No evento, também estavam presentes Michelle Bolsonaro (Brasil), Silvana Abdo Benítez (Paraguai), María Juliana Ruiz (Colômbia) Kim Simplis Barrow (Belize).

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum