Premiê de Barbados repreende líderes mundiais com discurso duro na ONU

"Quantas variantes da Covid-19 serão necessárias para que haja um plano mundial de vacinação?", questionou Mia Amor Mottley na ONU

Publicidade

A primeira-ministra de Barbados, Mia Amor Mottley, fez um duro discurso na Assembleia Geral da ONU nesta sexta-feira (24). A representante da pequena ilha do Caribe se impôs e cobrou ação dos líderes mundiais.

Mottley começou sua fala dizendo que faria um discurso diferente. “Se eu usasse o discurso que preparei para hoje seria uma repetição. Uma repetição do que já ouviram de outras pessoas e também de mim. Não posso fazer esse discurso. Não vou repetir minhas declarações de anos anteriores”, afirmou.

Publicidade

“Porque? Porque nós não seguimos em frente. Nós não fizemos acontecer”, apontou. No início do mês, a premiê anunciou que Barbados será o primeiro país insular a se livras de combustíveis fósseis.

“Não estou aqui para dizer ‘eu avisei’, mas para dizer que devemos fazer acontecer! Devemos liderar e devemos agir”, acrescentou.

Publicidade
Publicidade

“Quantas variantes da Covid-19 serão necessárias para que haja um plano mundial de vacinação? Quantas mortes serão necessárias para que os países avançados compartilhem conosco, que não temos acesso? Nós não temos acesso”, cobrou Mottley .

“Quantas fake news permitiremos que sejam espalhadas sem que os estados defendam o espaço público digital? Quantas crises precisam acontecer antes de vermos o sistema internacional se dividindo e não se aperfeiçoando?”, questionou. A premiê de Barbados fez uma dura cobrança sobre a regulação das grandes corporações de tecnologia.

Publicidade
Publicidade

Bob Marley

Mottley usou os versos da canção de Bob Marley “Get Up, Stand Up” para convocar os líderes mundiais à ação. “Quem vai se levantar e defender os direitos das pessoas? Quem vai se levantar em nome de todos aqueles que morreram durante esta terrível pandemia? E quem vai se levantar em nome de todos aqueles que morreram por causa da crise climática?”, questionou.

“Estamos em uma bifurcação. Barbados chama hoje estados-nação desta Assembleia e pessoas do mundo para indicar a direção que devemos ir para salvar nosso planeta e salvar nosso povo”, disse.

Publicidade

Com informações do Passblue

Assista e leia aqui o discurso completo da primeira-ministra de Barbados na ONU, em inglês

Publicidade
Avatar de Lucas Rocha

Lucas Rocha

Lucas Rocha é formado em jornalismo pela Escola de Comunicação da UFRJ e cursa mestrado em Políticas Públicas na FLACSO Brasil. Carioca, apaixonado por carnaval e pela América Latina, é repórter da sucursal do Rio de Janeiro da Revista Fórum e apresentador do programa Fórum Global

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR