Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
14 de setembro de 2019, 07h08

Chanceler de Bolsonaro é nocauteado por jornalista americana ao falar sobre Amazônia

Ao final da entrevista, humilhado pela repórter e sem saber o que responder, Ernesto Araújo citou artigo de professor de Harvard como ameaça à soberania

Ernesto Araújo na Fundação Heritage, nos EUA (Reprodução)

Ao falar sobre a Amazônia, uma repórter do Los Angeles Times – 3º maior jornal americano, colocou o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, contra a parede durante entrevista coletiva em Washington, nesta sexta-feira (13). Araújo gaguejou e teve dificuldade em explicar as medidas de apoio dos Estados Unidos para a região.

O chanceler tentou responder sobre suas posições a respeito de mudanças climáticas e também a mensagem que o presidente Jair Bolsonaro levará sobre a Amazônia na abertura da Assembleia-Geral das Nações Unidas (ONU), no próximo dia 24.

A jornalista perguntou sobre o fato de o chanceler brasileiro negar que as mudanças climáticas sejam um problema grave. O chanceler afirmou que o “melhor jeito de defender a floresta amazônica é o desenvolvimento da região” e voltou a dizer que existe “uso ideológico” da mudança climática e que o Brasil foi vítima desse tipo de “histeria”, no debate sobre as queimadas na Amazônia.

“Toda a conversa sobre questionar a soberania brasileira sobre a Amazônia vem desse tipo de histeria, na qual você supõe que há uma enorme crise climática (…) então talvez isso possa nos levar a intervir externamente na Amazônia, por exemplo. Vemos muito como isso funciona. Tiram as coisas de proporção e algumas pessoas ao redor do mundo defendem medidas que só podem ser contempladas em um estado de emergência”, disse Araújo.

“Como o quê?”, questionou a jornalista.

“Como intervir na soberania de um país, por exemplo”, respondeu Araújo.

“Intervir como?”

“Bem, limitando a soberania sobre seu território, que tem sido sugerido por alguns líderes no mundo”, disse Araújo.

“Você poderia nomear quem?”, pediu a jornalista.

“Teve um artigo na (revista) Foreign Policy advogando por isso”, finalizou Araújo.

Um artigo na revista Foreign Policy inicialmente intitulado como “Quem vai invadir o Brasil para salvar a Amazônia” não foi escrito por um líder mundial, mas pelo professor americano da Universidade Harvard, Stephen Walt. O título do artigo foi posteriormente alterado.

Com informações do Estadão

 

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum