Fórumcast, o podcast da Fórum
07 de outubro de 2019, 15h51

Com 67% de aprovação, Evo Morales desponta em pesquisa eleitoral com ampla vantagem

Pesquisa eleitoral aponta que Evo Morales leva vantagem sobre seus opositores e seu governo tem alta aprovação

Evo Morales - Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil

A duas semanas do primeiro turno das eleições da Bolívia, que acontecem em 20 de outubro, o presidente Evo Morales aparece com uma ampla vantagem no primeiro turno. Em pesquisa realizada pelo Centro Estratégico Latino-Americano de Geopolítica (CELAG), Evo surge com cerca de 13 pontos na frente do oposicionista Carlos Mesa, que deve enfrentá-lo no segundo turno.

Morales, que busca seu quarto mandato consecutivo, tem 38% dos votos, contra 25,4% de Mesa e 11,3% de Óscar Ortiz. A avaliação positiva do governo é de 67%, com 33,9% de Ótimo/Bom e 33,1% de Regular Positivo. Além disso, 61,7% dos bolivianos defendem o investimento em programas sociais e 51% são favoráveis à nacionalização de setores estratégicos da economia.

A margem do líder do MAS para seus opositores caiu de agosto para outubro, mas segue maior quando comparada com março. Nos últimos meses, Evo tem enfrentando algumas turbulências, principalmente devido ao grande número de focos de incêndio que atingem a Chiquitania. Apesar do presidente ter montado uma grande operação desde o início das queimadas, a oposição tenta explorar eleitoralmente o episódio e pede que seja decretado “desastre nacional”.

O cenário

A queda nas pesquisas, no entanto, não se reverteu em um grande crescimento dos opositores. Enquanto Evo foi de 43,4% para 38,8%, Brancos, Nulos e Indecisos subiram de 12,8% para 16,1%, mostrando uma oscilação compatível. Mesa subiu apenas 0,3% no período enquanto Ortiz caiu 1,5%.

A rejeição de Morales é a menor entre os três candidatos, demonstrando que ele leva vantagem em um segundo turno. 48,7% dizem que nunca votariam no atual presidente, enquanto 54,4% rejeitam Mesa e 64,3% dizem nunca votar em Ortiz.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum