Fórumcast, o podcast da Fórum
23 de setembro de 2019, 08h46

Com “Lula Livre” entoado no auditório, direita argentina se irrita em show de Caetano e desabafa nas redes

Economista neoliberal e macrista, Roberto Cachanosky escreveu no Twitter que foi a um show de música, e não a um "ato político"

Reprodução/Twitter

Depois de levar o público a gritar Lula Livre e levantar coro pela saída do presidente Mauricio Macri, personalidades famosas da direita argentina publicaram diversas críticas ao espetáculo de Caetano Veloso e seus filhos, que ocorreu na última quinta-feira (19) no Teatro Gran Rex, em Buenos Aires.

O estopim aconteceu já no final do show, quanto o filho do compositor baiano, Moreno, voltou ao palco para o bis e pediu “Lula Livre”. Tal pronunciamento foi o suficiente para incendiar boa parte da plateia que, ao deixar a sala de espetáculo, começou a cantar “Macri ya fue, Vidal ya fue, si vos querés, Larreta también”. Vidal é Maria Eugenia Vidal, governadora da província de Buenos Aires, e Larreta é Horacio Rodríguez Larreta, prefeito de Buenos Aires.

No entanto, dentre as mais de 3 mil pessoas que compraram ingresso para ver Caetano naquela noite, estava o economista neoliberal e macrista, Roberto Cachanosky. Ele foi um dos direitistas que reagiu mal ao tom político que o espetáculo tomou. No Twitter, Cachanosky escreveu que foi a um show de música, e não a um ato político, e pediu o ingresso de volta

O jornal argentino Página 12 publicou uma reportagem na última sexta-feira (20) sobre esta e outras reações da direita argentina ao show. Outro que se pronunciou sobre Caetano foi o ministro de Cultura da Argentina, Pablo Avelluto. “Vou aos shows de Caetano há 25 anos. O autoritarismo é o que mostra em suas imagens”, escreveu em resposta ao economista, que publicou um vídeo com o público saindo do show cantando contra as autoridades argentinas.

No decorrer da reportagem do Página 12, o jornal questiona: “o que a direita vai fazer num show de Caetano Veloso, num momento em que ele assume sua militância pela libertação de Lula como parte do espetáculo?”

Confira o vídeo:


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum