Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
04 de fevereiro de 2020, 14h39

Com restrição à imprensa e programação secreta, extrema-direita europeia se reúne em Roma

Aliado de Bolsonaro, o premiê da Hungria, Viktor Orbán, foi um dos participantes do encontro "Deus, honra e pátria"

Giorgia Meloni e Viktor Orkban | Reprodução/Twitter/Giorgia Meloni

O encontro “Deus, honra e pátria – o presidente Ronald Reagan, o papa João Paulo II e a liberdade das nações”, organizado por grupos ultraconservadores do continente europeu, teve início em Roma na noite de segunda-feira (3). A reunião foi marcada pela ausência do ex-vice-premiê da Itália, Matteo Salvini, líder do partido Liga Norte (LN), e pela participação do primeiro ministro da Hungria, Viktor Orbán.

Segundo a jornalista Anne Le Nir, da RFI, a conferência, que reuniu figuras da extrema-direita de todo a Europa, não ganhou grande destaque nos noticiários. Um dos motivos seria a restrição no número de jornalistas presentes. “Poucos jornalistas receberam autorização para cobri-lo, com a desculpa dos organizadores da falta de espaço para todos os profissionais de mídia interessados”, afirma Le Nir. A programação também não foi revelada.

Liderado por Giorgia Meloni, presidenta do Fratelli d’Italia, o encontro contou com uma ausência relevante. Matteo Salvini, ex-ministro do Interior e uma das principais vozes ultraconservadoras no país, não apareceu. Meloni negou que os dois tenham uma richa, mas defendeu que as duas a independência do Fratelli da LN.

O primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orbán, foi um dos que participou do encontro. No giro de Orbán pela Itália ele visitou o premiê Giuseppe Conte e o ex-premiê Silvio Berlusconi.

Também marcou presença na conferência Marion Maréchal Le Pen, sobrinha da francesa Marine Le Pen, líder do Frente Nacional.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags