Coronavírus: Às vésperas do fim do governo, Trump derruba restrições que impediam chegada de viajantes do Brasil

A medida passa a valer no dia 26 de janeiro, seis dias após a posse de Joe Biden

O presidente Donald Trump, dos Estados Unidos, publicou nesta segunda-feira (18) uma proclamação que derruba as restrições impostas pelo governo contra viajantes estrangeiros vindos de países como Brasil e Reino Unido em razão da pandemia de Covid-19. O mandatário, que não conseguiu reeleição, deixa a Casa Branca em dois dias.

Trump justifica a decisão com a medida que obriga a apresentação de testes negativos de Covid-19 – realizados até três dias antes da viagem – para a entrada no país.

“A entrada irrestrita nos Estados Unidos de pessoas que estiveram fisicamente presentes no Espaço Schengen (26 países europeus), no Reino Unido (excluindo territórios ultramarinos fora da Europa), na República da Irlanda e na República Federativa do Brasil não é mais prejudicial aos interesses de os Estados Unidos e considerar que é do interesse dos Estados Unidos rescindir a suspensão da entrada nos Estados Unidos de pessoas que estiveram fisicamente presentes nessas jurisdições”, disse.

A medida, que passa a valer no dia 26 de janeiro, ainda pode ser revertida pelo presidente eleito Joe Biden, que assume o comando dos EUA no dia 20.

As restrições a estrangeiros estavam em vigência desde maio.

Confira aqui a proclamação, em inglês

Avatar de Lucas Rocha

Lucas Rocha

Jornalista da Sucursal do Rio de Janeiro da Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Fazer jornalismo comprometido com os direitos humanos e uma perspectiva de justiça social exige apoio dos leitores. Porque se depender do mercado e da publicidade oficial de governos liberais esses projetos serão eliminados. Eles têm lado e sabem muito bem quem devem apoiar.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR