Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
04 de novembro de 2019, 22h53

Exclusivo: Missão da ONU chega ao Chile e se reúne com ministro da Justiça e Suprema Corte

Poder Judiciário entregou informe aos especialistas em Direitos Humanos que vem sendo contestado por organizações sociais, as quais também esperam se encontrar com os especialistas da ONU durante esta semana

Foto: Victor Farinelli

Do Chile, especial para a Fórum

A equipe de especialistas enviada especialmente pela Alta Comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos já está no Chile. Em suas primeiras atividades, os integrantes se reuniram com representantes da Suprema Corte do país, e depois com o ministro da Justiça Hernán Larraín. Na sede do Poder Judiciário, os especialistas receberam um informe com denúncias sobre violações aos direitos humanos, que foi elaborado pelo Instituto Nacional de Direitos Humanos (INDH).

O dossiê vem sendo muito contestado por organizações sociais nos últimos dias, depois que o diretor-chefe do INDH, o advogado Sergio Micco, afirmou em um programa de televisão que “não houve violações sistemáticas aos direitos humanos durante o estado de exceção decretado por Piñera”. No entanto, segundo Haroldo Brito, presidente do mais alto tribunal do país, “há uma sensação de que os juízes atuaram com muito profissionalismo, sem nenhum tipo de tensão ou exigências”.

O segundo encontro do dia foi com o ministro da Justiça, Hernán Larraín – que, como curiosidade, é pai do cineasta Pablo Larraín, diretor do filme “No”. O secretário de Estado reforçou o apoio institucional ao informe elaborado pelo INDH e garantiu que o governo pediu para os militares que atuaram durante o estado de exceção que “respeitassem os protocolos de ordem e segurança ao pé da letra”. Contudo, também afirmou que “a última palavra sobre se houve ou não violações será dos Tribunais que julgarão cada caso em particular”.

Contestação

Muitas organizações sociais e organismos defensores dos direitos humanos vêm solicitando encontros com os especialistas da ONU, e boa parte deles contesta a credibilidade do informe do INDH. Todos esperam que esses encontros aconteçam durante a semana.

Vale recordar que a missão enviada ao Chile foi convocada pela Alta Comissária de Direitos Humanos da ONU, que também é chilena: a ex-presidenta Michelle Bachelet.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum