Festival em Israel provoca morte de pelo menos 44 pessoas; veja vídeo aqui

A imprensa local atribuiu o acidente à queda de uma arquibancada, mas os socorristas indicaram mais tarde que se tratou de uma debandada

Um tumulto durante um festival de judeus ultraortodoxos, na noite de quinta-feira (29), no Norte de Israel, provocou a morte de pelo menos 44 pessoas e cerca de 100 feridos, em função de uma debandada em massa.

“Contamos 38 mortos no local, mas há outros no hospital”, disse um porta-voz dos serviços de emergência da Magen David Adom (MDA), o equivalente israelita da Cruz Vermelha.

Em um primeiro momento, os serviços de emergência israelitas tinham anunciado que o acidente tinha feito “dezenas de feridos”, incluindo “20 em estado crítico”, tendo mais tarde informado que haveria “dezenas de mortes”.

O hospital de Ziv, uma das instalações hospitalares para onde as vítimas estão a ser transportadas, deu conta de mais seis mortos, elevando o total para pelo menos 44.

Em novo balanço na rede social Twitter, a MDA acrescentou que o acidente provocou pelo menos uma centena de feridos, 44 dos quais em estado crítico e 18 com ferimentos graves.

A imprensa local atribuiu o acidente à queda de uma arquibancada, mas os socorristas indicaram mais tarde que se tratou de uma debandada.

Numa mensagem em hebreu na rede social Twitter, o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, lamentou o “enorme desastre no Monte Meron”, apelando às pessoas para “rezarem para salvar os feridos”.

Com informações do Mundo ao Minuto

Tags:

Avatar de Julinho Bittencourt

Julinho Bittencourt

Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.