Fórumcast, o podcast da Fórum
23 de agosto de 2019, 08h10

Genebra dá início aos atos mundiais contra a política de desmatamento de Bolsonaro na Amazônia

Coletivos e organizações ambientais anunciaram diversos atos a partir desta sexta-feira (23) como resposta à política ambiental de Jair Bolsonaro e em defesa da Amazônia

Manifestantes em frente ao Consulado brasileiro em Genebra, na Suíça (Reprodução/Twitter)

O levante mundial contra a política de desmatamento promovida por Jair Bolsonaro na Amazônia começou na manhã desta sexta-feira (23) em frente ao consulado do Brasil em Genebra, na Suíça. Manifestantes se concentram em frente ao escritório brasileiro pedindo fora Bolsonaro, segundo vídeo compartilhado pelo jornalista Jamil Chade no Twitter.

Coletivos e organizações ambientais anunciaram diversos atos nos próximos dias como resposta à política ambiental do presidente Jair Bolsonaro e em defesa da Amazônia – saiba onde acontecem as manifestações.

A mobilização em prol da Amazônia começou a ganhar força quando notícias de incêndios em diversas regiões do país dominaram as redes sociais. De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), as queimadas aumentaram em 82% no governo Bolsonaro, mas o presidente deslegitima o número e foge da responsabilidade.

Jair Bolsonaro chegou a alegar, mais de uma vez, que a culpa pelas queimadas na Amazônia eram de organizações não governamentais (ONGs), em complô contra os cortes que o governo diz ter aplicado.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum