O que o brasileiro pensa?
16 de julho de 2020, 07h22

Google apaga Palestina do Maps, denuncia embaixada

"O domínio EUA / Israel sobre os palestinos está se tornando menos como um país com poucos colonos e mais como campos de concentração. Assassinato (campos de reassentamento) e roubo de terras. Exatamente as táticas do partido nazista", diz nota emitida pela Embaixada Palestina em Brasília

Google apaga Palestina do Maps (Reprodução)

A Embaixada da Palestina em Brasília emitiu um comunicado nas redes sociais nesta quarta-feira (15) denunciando que o Google apagou o estado do Google Maps, plataforma de localização da gigante de tecnologia.

“A faixa de Gaza é mencionada e marcada, mas onde a Palestina existia agora é simplesmente uma parte da Grande Israel. Parece que a colonização EUA / Israel continua. Táticas de roubo de terras que serviram tão bem aos EUA na eliminação de seus povos indígenas foram repetidas no Oriente Médio”, diz a publicação na página da embaixada palestina no Facebook.

A ação do Google aconteceu menos de um mês após a Autoridade Nacional Palestina (ANP) anunciar a retirada de todos os acordos assinados com Israel e com os Estados Unidos, devido às intenções de Tel Aviv de anexar seus territórios na Cisjordânia.

O presidente palestino, Mahmud Abbas, acusou os governos de Benjamin Netanyahu e Donald Trump de trabalharem em conjunto para permitir o avanço da ocupação israelense nos territórios palestinos.

“O domínio EUA / Israel sobre os palestinos está se tornando menos como um país com poucos colonos e mais como campos de concentração. Assassinato (campos de reassentamento) e roubo de terras. Exatamente as táticas do partido nazista”, diz o comunicado palestino nas redes.

🚨 A Palestina não aparece mais no Google Maps.Hoje, nas primeiras horas do dia 14 de julho, a Palestina não é mais um…

Publicado por Embaixada do Estado da Palestina – Brasília em Quarta-feira, 15 de julho de 2020

Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum