Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
30 de dezembro de 2019, 16h14

Governo golpista expulsa da Bolívia embaixadora do México e diplomatas da Espanha

Jeanine Áñez, autoproclamada presidenta da Bolívia após o golpe que derrubou Evo Morales do poder, acusou a embaixadora do México na Bolívia, María Teresa Mercado, a encarregada de negócios da Espanha na Bolívia, Cristina Borreguero, e o cônsul espanhol, Álvaro Fernández, de "ferir a soberania" do país

Jeanine Áñez (Reprodução/YouTube)

Jeanine Áñez, autoproclamada presidenta da Bolívia após o golpe que derrubou Evo Morales do poder, expulsou do país a embaixadora do México e diplomatas espanhóis, nesta segunda-feira (30). As ordens são para que deixem a Bolívia em até 72h.

Em comunicado à imprensa, Áñez dirigiu aos diplomatas a acusação de ferir a soberania e a dignidade do povo e do governo da Bolívia. “O governo constitucional que presido decidiu-se a declarar ‘persona non grata’ a embaixadora do México na Bolívia, María Teresa Mercado, a encarregada de negócios da Espanha na Bolívia, Cristina Borreguero, o cônsul Álvaro Fernández, e a um grupo de supostos diplomatas encapuzados e armados”, declarou.

Apesar da expulsão, a chanceler do governo boliviano, Karen Longaric, disse que o ocorrido não significa ruptura das relações diplomáticas entre esses países. O ministro das Relações Exteriores do México orientou a embaixadora a retornar ao seu país para garantir sua segurança, classificando a decisão como de caráter político.

Já os diplomatas espanhóis chegaram à embaixada mexicana na última sexta-feira (27) junto a agentes de segurança e foram acusados de atividade suspeita e de tentar retirar do local o ex-ministro Juan Ramón Quintana, lá abrigado desde a renúncia de Evo Morales. A intenção não foi confirmada pelo governo espanhol.

A embaixada mexicana forneceu asilo a um grupo de pessoas ligadas ao governo de Evo Morales após a sua renúncia. Além disso, o governo mexicano também ofereceu asilo a Evo e os seus familiares, o que desgastou as relações entre os dois países. O ex-presidente boliviano está exilado na Argentina com os seus filhos, em Buenos Aires.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum