O que o brasileiro pensa?
07 de julho de 2020, 18h48

Guardiola causa furor nas redes ao usar camiseta antifascista em entrevista

Na mensagem, ele também declarou seu amor pela cantora Nina Simone. “Me envergonho por como nós brancos tratamos os negros durante os últimos 400 anos”, declarou o treinador catalão, que afirmou apoiar o movimento Black Lives Matter

Pep Guardiola com camiseta antifascista (foto: Twitter)

Pep Guardiola, técnico do clube Manchester City, da Inglaterra, deu o que falar nesta terça-feira, ao aparecer em uma entrevista coletiva com uma camiseta que dizia “Love Simone, hate fascism”.

Junto com a frase, a camiseta trazia uma foto da cantora e compositora estadunidense Nina Simone, uma das maiores artistas do seu país em todos os tempos, e que ele afirmou ser uma das suas vozes preferidas. Assim, a tradução da mensagem em português seria “ame a (Nina) Simone, odeie o fascismo”.

Com esta máxima antifascista tão explicitamente manifestada, Guardiola virou tendência nas redes sociais, sendo um dos assuntos mais comentados no Reino Unido e na Espanha.

Não é a primeira vez que o treinador Guardiola mostra seu lado mais ativista. Dias depois do assassinato de George Floyd, quando vários clubes fizeram ações de repúdio ao racismo, o catalão declarou abertamente seu apoio ao movimento Black Lives Matter.

“Nós brancos deveríamos pedir perdão aos negros por como os tratamos nos últimos 400 anos. É algo que me envergonha”, disse ele, na ocasião.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum