O que o brasileiro pensa?
28 de maio de 2020, 21h48

Juiz que mandou vítima de estupro “fechar as pernas” é removido do cargo nos EUA

John F. Russo Jr teve comportamento considerado "inconcebível" em casos de violência doméstica e sexual

Reprodução/NYT

O juiz John F. Russo Jr, de Nova Jersey, nos Estados Unidos, foi afastado do seu posto nesta quarta-feira (27), após se envolver em uma série de problemas no tribunal. Russo chegou a perguntar a uma vítima de estupro se ela “tentou fechar as pernas”.

A Suprema Corte do estado considerou que o comportamento de Russo tornava “inconcebível” que ele pudesse lidar com casos de violência doméstica e sexual. A decisão considerou que nenhuma testemunha deveria ser tratada dessa forma no tribunal. “As perguntas também envergonharam a alegada vítima ao, de forma intolerável, sugerir que ela era culpada”, diz o texto.

No referido caso, o juiz pressionou a vítima diversas vezes, perguntado se ela sabia o que fazer para tentar se proteger de uma agressão sexual. Após a mulher responder que tentou dizer não, pedir que o agressor parasse ou sair correndo, Russo disse: “Algo mais? Bloquear partes do seu corpo? Fechar as pernas? Chamar a polícia? Você fez alguma dessas coisas?”.

Russo alegou que estava tentando entender se havia algo mais acontecendo ou se a vítima apenas não conseguia se expressar. O juiz ainda chegou a afirmar que, “como uma dançarina exótica”, a vítima deveria ser capaz de se defender. A mulher pedia ao tribunal uma ordem de afastamento para um homem acusado de estuprá-la, que não lhe foi concedida.

Russo também já se envolveu em problemas por ameaçar uma mulher que disse ter medo de revelar o próprio endereço no tribunal, e por favorecer um conhecido em um julgamento envolvendo atraso de pagamento de pensão.

Para a Suprema Corte, os juízes definem o tom no tribunal. “Especialmente quando se trata de temas sensíveis, como violência doméstica e agressão sexual, esse tom deve ser digno, solene e respeitoso, não humilhante”, diz a decisão.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum