Fórum Educação
06 de março de 2020, 21h33

Maduro acusa EUA de incentivar Brasil a entrar em conflito armado contra a Venezuela

O presidente venezuelano pediu aos “setores democráticos” brasileiros que impeçam “qualquer aventura de Jair Bolsonaro em coordenação com Donald Trump”

Nicolás Maduro, em declaração à imprensa (foto: Prensa Presidencia Venezuela)

No dia seguinte à decisão do Brasil de retirar seus funcionários diplomáticos da Venezuela, o presidente do país vizinho, Nicolás Maduro, comentou a situação e fez alusão a que a postura do Brasil de hostilidade para com o seu governo é incentivada pelos Estados Unidos. E foi além, disse que Washington atua para convencer Bolsonaro a iniciar um conflito armado com o seu país.

“A Casa Branca decidiu lançar um plano para trazer a guerra, o terrorismo, para desestabilizar a Venezuela e espalhar a violência, para justificar um conflito armado e a intervenção militar em nosso país”, denunciou o mandatário venezuelano.

Depois, Maduro mencionou o Brasil como principal aliado desse possível plano. “Ele (Bolsonaro) foi citado à mansão de Donald Trump, em Miami, para debater sobre um único tema”, disse o líder chavista, dando a entender que esse tema seria o possível conflito com a Venezuela.

Finalmente, o presidente venezuelano fez um pedido “aos setores democráticos, humanistas, ao povo do Brasil e suas forças militares, que detenham qualquer aventura de Jair Bolsonaro, em coordenação com Donald Trump, contra a Venezuela”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum