Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
18 de fevereiro de 2020, 07h58

Modelo negra se recusa a desfilar com peças racistas e é ignorada por produção

"Disseram-me que não havia problema em me sentir desconfortável por apenas 45 segundos", contou Amy Lefevre

Modelo negra se recusa a desfilar com acessórios "racistas" em Nova York (Foto: Reprodução / Instagram)

A modelo afroamericana Amy Lefrevre, de 25 anos, se recusou a desfilar com acessórios racistas na Semana de Moda de Nova York. Como resposta, a produção do evento ironizou a indignação da modelo e disse que seu desconforto duraria apenas “45 segundos”.

“Eu estava a ponto de desabar, dizendo à equipe que me senti incrivelmente desconfortável por ter que usar essas peças e que elas eram claramente racistas”, relatou Lefrevre ao The Post. A resposta dos organizadores, segundo a modelo, foi ironizar sua indignação. “Disseram-me que não havia problema em me sentir desconfortável por apenas 45 segundos”.

As peças consideradas racistas pela modelo foram criadas por Junkai Huang, ex-aluno do Fashion Institute of Technology. Segundo testemunhas, ele não teria entendido as críticas da modelo sobre suas criações. O conceito de sua coleção era destacar as “partes feias do corpo”.

Lefevre trabalha como modelo há quatro anos e já desfilou mais de 20 vezes, mas afirmou nunca ter vivenciado uma situação semelhante como a que presenciou durante a Semana de Moda de Nova York. O desfile em questão era parte de uma série de programações em celebração ao aniversário de 75 anos da Fashion Institute of Technology.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags