Fórumcast, o podcast da Fórum
13 de abril de 2018, 11h48

Muros da Universidade de Coimbra amanhecem pichados: “Lula Livre” e “Fora Bolsomoro”

Em 2011, Lula foi condecorado com o grau de doutor honoris causa pela instituição, em contrapartida, ao final de 2017, Moro foi alvo de protestos no local

Fotos: Reprodução/Twitter

Os muros da tradicional universidade de Coimbra, em Portugal, amanheceram pichados com frases de apoio ao ex-presidente Lula, que segue preso na sede da Polícia Federal, em Curitiba, e contrárias a Jair Bolsonaro e Sergio Moro. “Lula Livre” e “Fora Bolsomoro” foram as citações escolhidas para o protesto.

Em 2011, Lula foi condecorado com o grau de doutor honoris causa pela Universidade de Coimbra. Em contrapartida, ao final de 2017, Sergio Moro foi alvo de protestos na instituição. À época, estudantes brasileiros e portugueses se reuniram para criticar a presença do juiz da Lava Jato em um seminário sobre combate à corrupção no local. Coimbra é considerada a universidade com a maior quantidade de alunos brasileiros fora do país. São cerca de 2 mil entre graduação e pós-graduação.

Veja também:  Deputada faz próprio "Isso a Globo não mostra" para desmentir Jornal Nacional

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum