O que o brasileiro pensa?
09 de julho de 2020, 21h26

Nigéria lidera proposta de mercado comum com moeda única na África Ocidental

Entidade já existe como comunidade política multilateral desde 1975, mas a proposta nigeriana prevê a breve consolidação como bloco econômico junto com outros 14 países, que se uniriam em torno de uma moeda comum, chamada “eco”

Países da ECOWAS (foto: reprodução)

A Nigéria propôs nesta quarta-feira (8), em uma reunião da ECOWAS (sigla em inglês da Comunidade Econômica dos Estados da África Ocidental) por videoconferência, a criação de um mercado comum entre os países da região, incluindo até mesmo a criação de uma moeda comum.

O presidente do país, Muhammadu Buhari, afirmou que pretende consolidar a formação do mercado comum, a partir da criação de uma moeda única, o “eco”, que seria adotada pelos 15 países membros da ECOWAS – além da Nigéria, também fazem parte Benin, Burkina Faso, Cabo Verde, Costa do Marfim, Gana, Gâmbia, Guiné-Bissau, Guiné, Libéria, Mali, Níger, Senegal, Serra Leoa e Togo.

A entidade já existe desde 1975, apenas como comunidade política multilateral, mas a iniciativa nigeriana visa avançar com a cooperação regional para fortalecer o desenvolvimento econômico dos países.

Algo parecido a uma moeda comum já existe entre alguns países da região outrora colonizados pela França, e que hoje utilizam o chamado franco CFA, uma versão artificial do antigo franco francês.

Embora o franco já não circule mais na França desde o surgimento do euro, continua ligado ao país europeu, o que faz com que os africanos se mantenham monetariamente dependentes, situação que poderia acabar com a criação do “eco”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum