Fórumcast, o podcast da Fórum
08 de setembro de 2019, 20h34

Nova “mamadeira de piroca” é livro adulto de Portugal vendido em feira da Holanda como se fosse na Bienal do Rio

A obra em questão, na verdade, é uma paródia feita para adultos e tampouco vende no Brasil, como fez acreditar fake news divulgada por bolsonarista

Foto: Reprodução/Twitter

Em tentativa de difamar a Bienal do Livro do Rio de Janeiro, um internauta bolsonarista publicou nas redes sociais fotos de um livro para adultos, disponível em uma feira na Holanda – inclusive com etiqueta de preço em euro – alegando que se tratava de uma publicação à venda no evento do Rio. A postagem do engenheiro de produção Hudson rendeu diversos compartilhamentos e comentários, mas se tratava de mais uma fake news de bolsonaristas, assim como foi a “mamadeira de piroca”.

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

“Então é disso que se trata a Bienal do Livro, evento reconhecidíssimo da ‘educação e motivação a leitura’?! Prestem muita ATENÇÃO nos livros e revistas que seus filhos adquirem e ALERTEM com sobriedade”, escreveu Hudson, indignado. Na publicação, ele anexou fotos da capa e trechos do livro “As gémeas marotas”, que não é brasileiro e tampouco para o público infantil. A obra foi lançada na década de 1970 em Portugal, relançado em 2012, e é assinado pelo pseudônimo Brick Duna.

A obra em questão, na verdade, é uma paródia feita para adultos, já que contém gravuras com cenas de sexo. No entanto, não é um livro vendido no Brasil, como fez acreditar a publicação do bolsonarista Hudson.

Confira a postagem:


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum