Fórumcast, o podcast da Fórum
22 de julho de 2019, 20h29

Rumores na internet e na mídia internacional dão conta que o presidente da Turquia está morto

Veículos de imprensas oficiais da Turquia não confirmam, nem desmentem a notícia da suposta morte de Erdogan

Veículos da imprensa internacional e perfis nas redes sociais veiculam, na noite desta segunda-feira (22), um possível ataque cardíaco que pode ter levado o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, à morte. A notícia não é oficial e o governo turco não se manifestou até o momento. Porém, meios de comunicação oficiais não confirmam, nem desmentem a informação, o que aumenta os rumores na internet. A equipe da Fórum está apurando as informações.

Erdogan está no poder desde 2003, após a formação do partido islamista AKP, do qual é líder. Durante 11 anos foi primeiro-ministro e depois se o primeiro presidente eleito por voto direto em agosto de 2014.

O presidente turco nasce em 1954 e é filho de imigrantes da Geórgia. Seu pai era guarda-costas e a família morava na região do mar Negro. Chegou a Istambul aos 13 anos, quando o pai levou toda a família em busca de melhores condições de vida.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum