segunda-feira, 21 set 2020
Publicidade

Vídeo: adolescentes espanholas cospem em casal de sul-americanos no metrô de Madri

Outros passageiros gravaram a cena e repudiaram a atitude das jovens. Uma das agressoras, no entanto, continuou provocando, xingando o casal latino e aqueles que filmavam a cena. Vítimas permaneceram o tempo todos sentadas, sem reagir

Um trio de adolescentes protagonizou um novo caso repudiável de racismo na Espanha. O incidente teria acontecido no fim de semana, no metrô de Madri. As jovens teriam se irritado com a presença de um casal de sul-americanos e cuspido neles, que estavam sentados nos assentos em frente.

A atitude das menores causou indignação em outros passageiros – as vítimas da agressão preferiram permanecer caladas, em reagir. Algumas pessoas passaram a filmar as garotas e a expressar seu repúdio pelo ataque.

Entretanto, enquanto as colegas tapavam os rostos ao serem gravadas pelos celulares, uma das agressoras preferiu continuar a provocar: “Racista? Sou mesmo, e muito! Estou no meu país!”. Em outro momento, voltou a ofender o casal estrangeiro: “vocês são produto de uma camisinha furada, ou nem isso, não existe camisinha na selva”, disse a adolescente.

Segundo a imprensa local, a Polícia Nacional espanhola identificou e deteve as três agressoras, que foram interrogadas e colocadas em liberdade, mas que enfrentarão processo por crime de ódio. Por se tratarem de menores, seus nomes e fotos não foram divulgados.

A presidenta da Comunidade Autônoma de Madri, Isabel Díaz Ayuso (do Partido Popular, de direita conservadora), também se manifestou sobre o caso, dizendo que “esse ódio não representa o que é Madri. Nossa cidade é plural, aberta e a casa de todos os hispano-americanos, que são nossos irmãos”.

Victor Farinelli
Victor Farinelli
Jornalista formado pela Universidade Católica de Santos, há 15 anos é correspondente na Argentina (2004 e 2005) e no Chile (desde 2006).