Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
13 de março de 2018, 19h01

Gol é a primeira companhia aérea do Brasil a ter comissária de bordo trans

Nicole Cavalcante trabalha na função há 8 anos e, quando começou, ainda se apresentava com identidade masculina. Ao longo desse período, se descobriu uma mulher trans, se afastou por um tempo e voltou a voar

Foto: Reprodução/TV UOL

A companhia aérea Gol inovou na última quinta-feira (8), Dia Internacional da Mulher, e formou uma equipe só de mulheres para trabalhar em voos do trecho Rio-São Paulo. Entre essas mulheres, uma ganhou destaque pelo simbolismo da ação: Nicole Cavalcante, uma mulher trans. A primeira mulher trans a atuar como comissária de bordo no Brasil.

Nicole exerce a função de comissária há 8 anos mas, quando começou, ainda se apresentava com a identidade masculina. Durante esse período, se descobriu uma mulher trans, o que foi bem aceito pela empresa, que acompanhou sua transição. Durante um período, trabalhou na área administrativa mas, depois de um tempo, voltou a voar, já se apresentando como mulher.

“Antes de voltar a voar, trabalhei internamente [na área administrativa] porque estava trocando a minha documentação. A empresa ainda estava meio sem saber como fazer porque era o primeiro caso, mas foi tudo feito da melhor forma”, disse Nicole em entrevista ao UOL.

Trans no mercado de trabalho

O caso de Nicole é uma exceção para quem é uma pessoa trans. O mercado de trabalho continua muito fechado para esse público, que normalmente é marginalizado e acaba recorrendo à profissões informais e até mesmo à prostituição. Com o intuito de enfrentar essa exclusão da população T que nos últimos anos foram criadas iniciativas de inserção deste público no mercado de trabalho. Uma delas é a Transempregos. Saiba mais sobre essa realidade e conheça projetos aqui.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum